Nenhum comentário

Conduzir-se com sabedoria

Demonstre sabedoria cristã prática em lidar com a sociedade secular Cl.4:5

Lewis Johnson criticou que muitas vezes a única versão da Bíblia que o mundo lê é a da vida do crente e, se isso é verdade, à luz da fraqueza do testemunho da igreja, hoje certamente o mundo poderia usar uma versão revisada!

Demonstre sabedoria cristã prática em lidar com a sociedade secular. As palavras de Paulo implicam que os crentes devem ser cautelosos e tácitos para evitar aniquilar ou alienar desnecessariamente seus vizinhos pagãos. Em um sentido positivo, também implicam que os crentes devem se comportar para que a maneira como vivam possa atrair, impressionar e convencer os não-cristãos e dar à comunidade descrente, uma impressão favorável do evangelho. Os primeiros cristãos eram vistos frequentemente com suspeita, desconfiança e desdém, era muito importante que os mal-entendidos fossem dissipados pelas virtuosas e impecáveis ​​vidas dos crentes.

CONDUZIR- SE COM SABEDORIA para com os de fora –  σοφία περιπατέω ( en sophia peripateit).

Estranhos ou de fora (os que não podem legitimamente chamar Deus de Pai- Jo 1:12). Os descrentes estão mais interessados em nosso testemunho do que em nossa pregação. “Isso não significa que o cristão também não deve confessar Cristo com seus lábios, mas o ponto é que seu testemunho deve corresponder com sua pregação.”

Paulo mudou de assunto da oração em Cl.4: 2-4 para o tópico complementar do testemunho cristão. Ele enfatizou dois aspectos relacionados do testemunho cristão, ambos implicando a comunicação. O primeiro é comportamental e o segundo é verbal. A responsabilidade de “caminhar”  de uma maneira dada é comum nas descrições de Paulo sobre o comportamento ético que ele esperava dos irmãos crentes.

Paulo também lembrou aos leitores que eles não deveriam mais “andar, portar-se” como faziam antes de se tornarem cristãos ( Ef 2: 2-3 ; Col. 3: 5-7 ).

No N.T. esse verbo é usado figurativamente, no sentido de conduzir a própria vida, ordenar o comportamento de alguém, comportar-se, fazer o caminho, aproveitar as oportunidades. Note os benefícios de uma caminhada digna (de conduta sábia) – (1) agradável a Deus, (2) fecundo para Deus e (3) crescimento no conhecimento de Deus.

No contexto atual, nos conduzir com sabedoria, significa que os descrentes não eleitos que examinam rigorosamente e criticamente nossas vidas, não devem ver ou ouvir nada em nossas vidas que prejudiquem o nosso testemunho de Jesus.

Rev. Marcelo Maurício

Postar um comentário