Nenhum comentário

Orando as Escrituras – Salmo 59 (NVI – Nova Versão Internacional)

Livra-me dos meus inimigos, ó Deus; põe-me fora do alcance dos meus agressores.
Livra-me dos que praticam o mal e salva-me dos assassinos.
Vê como ficam à minha espreita! Homens cruéis conspiram contra mim, sem que eu tenha cometido qualquer delito ou pecado, ó Senhor.
Mesmo que de nada eu tenha culpa, eles se preparam às pressas para atacar-me. Levanta-te para ajudar-me; olha para a situação em que me encontro!
Ó Senhor, Deus dos Exércitos, ó Deus de Israel! Desperta para castigar todas as nações; não tenhas misericórdia dos traidores perversos.
Eles voltam ao cair da tarde, rosnando como cães e rondando a cidade.
Vê que ameaças saem de suas bocas; seus lábios são como espadas, e dizem: “Quem nos ouvirá? ”
Mas tu, Senhor, vais rir deles; caçoarás de todas aquelas nações.
Ó tu, minha força, por ti vou aguardar; tu, ó Deus, és o meu alto refúgio.
O meu Deus fiel virá ao meu encontro e permitirá que eu triunfe sobre os meus inimigos.
Mas não os mates, ó Senhor, nosso escudo, se não, o meu povo o esquecerá. Em teu poder faze-os vaguearem, e abate-os.
Pelos pecados de suas bocas, pelas palavras de seus lábios, sejam apanhados em seu orgulho. Pelas maldições e mentiras que pronunciam,
consome-os em tua ira, consome-os até que não mais existam. Então se saberá até os confins da terra que Deus governa Jacó.
Eles voltam ao cair da tarde, rosnando como cães, e rondando a cidade.
À procura de comida perambulam e, se não ficam satisfeitos, uivam.
Mas eu cantarei louvores à tua força, de manhã louvarei a tua fidelidade; pois tu és o meu alto refúgio, abrigo seguro nos tempos difíceis.
Ó minha força, canto louvores a ti; tu és, ó Deus, o meu alto refúgio, o Deus que me ama.

1º Passo: Vamos orar? Assim como o pão nosso de cada dia, uma nova manhã é como uma nova porção da misericórdia do Senhor sobre nós. Assim ao acordar com vida e saúde Deus nos chama a Conhecer mais, Confiar mais firmemente e Conviver mais profundamente com Ele. Então, aproveite agora e, além de ser grato, suplique pela iluminação do Espírito Santo sobre a leitura do Salmo 59, expressando ao Pai sua completa dependência dEle.

2º Passo: Leia pausadamente todo o Salmo 59. Este é um Salmo de Lamento com forte ênfase na imprecação e vindicação de justiça divina sobre os maus. O contexto da composição deste Salmo 59 por Davi está em I Samuel 19:9-17, quando ele escapa da perseguição de Saul ajudado por sua esposa Mical, que acaba, por amar ao marido, se tornando também perseguida pelo pai. Percebe-se na estrutura do Salmo uma oração a Deus para que livre Davi “dos inimigos que praticam o mal” que o perseguem “sem que eu tenha cometido qualquer delito ou pecado, ó Senhor” (v.1-5). Há uma declaração de confiança no Senhor (v.6-10), que também é chamado por “Deus dos Exércitos”, “Alto refúgio” e “Deus Fiel”, todos qualificativos que se relacionam à aliança, que antecede uma oração de livramento (v.11-13). O Salmo 59 conclui com uma renovação da esperança (“Mas eu cantarei louvores à tua força, de manhã louvarei a tua fidelidade; pois tu és o meu alto refúgio, abrigo seguro nos tempos difíceis. Ó minha força, canto louvores a ti; tu és, ó Deus, o meu alto refúgio, o Deus que me ama”)

3º Passo: Vamos orar novamente? Lembre que orar é conversar com Deus. Fale com Ele sobre o que você leu no Salmo 59 e deixe o Espírito Santo conduzir esta conversa em oração. Certamente, Ele molda seus pensamentos e palavras na direção do que foi lido.

4º Passo: Leia pausadamente todo o Salmo 59 novamente. O que lhe chamou a atenção? Reflita sobre elas. Sublinhe, anote ou marque de aquilo que se fixou em sua mente. Lembre de deixar claro em sua mente, qual é a lição principal deste Salmo 59 e que você seria capaz de resumir em uma única frase. Nós cremos que toda Escritura aponta para Cristo. Onde isso fica mais claro no Salmo 59 e como as verdades deste Salmo reafirmam que você pode confiar nEle e no que Ele fez na cruz por você?

5º Passo: Vamos orar este Salmo 59? Eu oro assim:
“O teu livramento, ò Senhor dos Exércitos, o teu livramento sustenta-me cada vez que sou perseguido por homens maus, teus inimigos e meus inimigos.
Tu vigias sobre as intenções dos maus e frustra os desígnios dos ímpios.
Guardas os filhos da Aliança e com misericórdia levanta-te em favor dos teus.
Na tua justiça santa e eterna é que repousa o meu coração e descansa a minha alma.
Teu escudo guarda-me contra planos insidiosos e apanha aqueles que armam ciladas contra mim.
Tu és fiel, meu Pai, fiel à tua Palavra e na tua fidelidade te louvarei.
Tu me amas e fortaleces minha vida.
E me darás a alegria de ver tua mão poderosa levantando-se contra os ímpios.
Sobre eles o Todo Poderoso prevalecerá e com braço forte não deixará o mal prevalecer na terra.
Por isso, a cada manhã meu coração te louva cheio de esperança, pois sei que é por um tempo, por um pouco tempo, até que do teu soberano Trono de Glória farás a tua vontade prevalecer e a justiça vencer sobre o mal. Ó força minha, ajudador meu.
Deus, tu és o meu alto refúgio, és o Deus que me ama e a quem amo porque te sou grato”

Deus o abençoe e até amanhã com o Salmo 60.

Postar um comentário