Nenhum comentário

Orando as Escrituras – Salmo 85 (NVI – Nova Versão Internacional)

Foste favorável à tua terra, ó Senhor; trouxeste restauração a Jacó.
Perdoaste a culpa do teu povo e cobriste todos os seus pecados.
Retiraste todo o teu furor e te afastaste da tua ira tremenda.
Restaura-nos mais uma vez, ó Deus, nosso Salvador, e desfaz o teu furor para conosco.
Ficarás indignado conosco para sempre? Prolongarás a tua ira por todas as gerações?
Acaso não nos renovarás a vida, a fim de que o teu povo se alegre em ti?
Mostra-nos o teu amor, ó Senhor, e concede-nos a tua salvação!
Eu ouvirei o que Deus, o Senhor, disse: Ele promete paz ao seu povo, aos seus fiéis! Não voltem eles à insensatez!
Perto está a salvação que ele trará aos que o temem, e a sua glória habitará em nossa terra.
O amor e a fidelidade se encontrarão; a justiça e a paz se beijarão.
A fidelidade brotará da terra, e a justiça descerá dos céus.
O Senhor nos trará bênçãos, e a nossa terra dará a sua colheita.
A justiça irá adiante dele e preparará o caminho para os seus passos.

1º Passo: Vamos orar? Neste novo dia não há privilégio maior do que estar na presença de Deus! Pare um pouco e pense: Ele é o Criador, o Rei do Universo, o Todo-Poderoso, o Altíssimo! Pense mais um pouco: este Deus fez Aliança conosco e demonstra a sua bondade em nos abençoar generosamente. Motivos nós temos para agradecer, não é? Então, ofereça a sua gratidão ao Senhor e que o Espírito Santo ilumine sua mente na Leitura do Salmo 85!

2º Passo: Leia pausadamente todo o Salmo 85. Este Salmo de Súplica dos filhos de Coré usado como parte do culto comunitário enfatiza a restauração de Deus, provavelmente após o cativeiro babilônico. As ideias-chave ficam claras pela repetição das palavras relacionadas ao Pacto restituir/restaurar (vs. 1,3,4,6,8); os termos paz, amor infalível, fidelidade e justiça (vs. 7. 8,10,11,13); terra (vs. 1. 9,11,12); salvador/salvação (vs. 4,7,9), mas também contém um elemento profético, pois a restauração plena, o reavivamento e a renovação espiritual somente há de acontecer como glorioso reino definitivo de Jesus, o Salvador. Estruturalmente, o Salmo 85 tem quatro partes: (1) celebração da graça de Deus sobre a terra (v. 1-3); (2) súplica por restauração e reavivamento (v. 4-7); (3) expectativa de intervenção, o mais breve possível, de Deus (v. 8,9); (4) descrição da restauração histórica e plena em Cristo (v. 10-13).

3º Passo: Vamos orar novamente? Ao mesmo tempo que você relembra o que o Salmo 85 lhe faz sentir, direcione a meditação que envolve sua oração para este Deus da Aliança, que renova sua esperança na restauração contínua e final em Cristo. Agradeça a Deus porque alguém lhe faz aceitável a este Deus, por meio de Jesus, o Mediador da Aliança. Converse com o Senhor e deixe que sua alma seja renovada pela graça de saber que, apesar de você, Ele lhe ouve, porque Jesus e o Espírito Santo intercedem por você, como afirmam as Escrituras.

4º Passo: Leia pausadamente todo o Salmo 85 novamente Observe o que é pedido neste Salmo: renovação, restauração, reavivamento. As nossas petições falam muito dos nossos valores e consequentemente, do nosso caráter moldado por Deus. Vá anotando aí todos os verbos que ele usa. É o que ele espera que Deus faça, no contexto das promessas da Aliança. Como uma oração, o Salmo 85 é expressão de devoção e de confiança no agir de Deus e não na nossa própria força. Nossa devoção é reagente, isto é, devemos reagir à fidelidade divina à Aliança feita. O garantidor desta Aliança é Jesus. Por isso, este Salmo 85 deve nos ensinar muito sobre como conduzir a nossa vida devocional.

5º Passo: Vamos orar este Salmo 85? Eu oro assim:

“A tua graça, ó Deus da Aliança, a tua graça é manifesta em meio ao teu povo.
Sim, ó Deus Todo Poderoso, que derramas bênçãos de restauração sobre corações arrasados pelo pecado.
Pelo perdão dos nosso pecados nos deste vida e vida com abundância de amor, bondade e misericórdia para como teus filhos.
Naquilo que de ti estamos recebendo como primícias antevemos com esperança a tua glória habitando em toda a terra, quando teu Filho restaurar para si todas as coisas.
O teu reino, ó Senhor, é reino para sempre, e aqueles que te temem recebem as primeiras chuvas de bênçãos que reservaste ao teu povo.
Faz-nos, ó Pai Celeste e Eterno Deus, povo que busca e acha em ti sua completa satisfação”

Deus o abençoe e até amanhã com o Salmo 86.

Postar um comentário