Nenhum comentário

Orando as Escrituras – Salmo 119:81-104 (ARA – Almeida Revista e Atualizada)

Caph
81 Desfalece-me a alma, aguardando a tua salvação; porém espero na tua palavra.
82 Esmorecem os meus olhos de tanto esperar por tua promessa, enquanto digo: quando me haverás de consolar?
83 Já me assemelho a um odre na fumaça; contudo, não me esqueço dos teus decretos.
84 Quantos vêm a ser os dias do teu servo? Quando me farás justiça contra os que me perseguem?
85 Para mim abriram covas os soberbos, que não andam consoante a tua lei.
86 São verdadeiros todos os teus mandamentos; eles me perseguem injustamente; ajuda-me.
87 Quase deram cabo de mim, na terra; mas eu não deixo os teus preceitos.
88 Vivifica-me, segundo a tua misericórdia, e guardarei os testemunhos oriundos de tua boca.

Lamed
89 Para sempre, ó SENHOR, está firmada a tua palavra no céu.
90 A tua fidelidade estende-se de geração em geração; fundaste a terra, e ela permanece.
91 Conforme os teus juízos, assim tudo se mantém até hoje; porque ao teu dispor estão todas as coisas.
92 Não fosse a tua lei ter sido o meu prazer, há muito já teria eu perecido na minha angústia.
93 Nunca me esquecerei dos teus preceitos, visto que por eles me tens dado vida.
94 Sou teu; salva-me, pois eu busco os teus preceitos.
95 Os ímpios me espreitam para perder-me; mas eu atento para os teus testemunhos.
96 Tenho visto que toda perfeição tem seu limite; mas o teu mandamento é ilimitado.

Mem
97 Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!
98 Os teus mandamentos me fazem mais sábio que os meus inimigos; porque, aqueles, eu os tenho sempre comigo.
99 Compreendo mais do que todos os meus mestres, porque medito nos teus testemunhos.
100 Sou mais prudente que os idosos, porque guardo os teus preceitos.
101 De todo mau caminho desvio os pés, para observar a tua palavra.
102 Não me aparto dos teus juízos, pois tu me ensinas.
103 Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Mais que o mel à minha boca.
104 Por meio dos teus preceitos, consigo entendimento; por isso, detesto todo caminho de falsidade.

1º Passo: Vamos orar? Estamos no caminho da vida com Deus e nesta peregrinação, cada novo dia é uma oportunidade para Conhecer mais de Deus pelas Escrituras, Confiar mais em Deus e Conviver mais profundamente com Deus! Vamos juntos? Por este tempo de Leitura suplico a Deus pela iluminação do Espírito Santo sobre a leitura do Salmo 119, especialmente os versos 81-104.

2º Passo: Leia pausadamente o Salmo 119:81-104. Passamos da metade do maior Salmo da Bíblia, que foi composto totalmente para exaltar a Palavra de Deus, na forma de um acróstico com 22 partes correspondentes a 22 letras do alfabeto hebraico. Hoje iremos ler a letra Caph (vs. 81-88), onde é possível ver um coração piedoso, mas em lamento, no desejo de ser confortado pelas promessas de Deus. Na letra Lamed (vs. 89-96), vemos que apesar de todas as mudanças e circunstâncias da vida, a Palavra de Deus permanece firme e inabalável, e o nosso Deus confirma seu infalível poder e imutável cuidado sobre nós. Finalmente, lemos também na letra Mem (vs. 97-104), que o apego e a dependência do justo à Palavra de Deus promove crescimento em sabedoria e graça espiritual.

3º Passo: Vamos orar novamente? Ao mesmo tempo que você relembra o que o Salmo 119:81 a 104 diz, conduza seus pensamentos e palavras na direção do que foi lido. Lembre que orar é conversar com Deus. Fale com Ele sobre o que você leu no Salmo 119:81 a 104 e deixe o Espírito Santo conduzir esta conversa em oração.

4º Passo: Leia pausadamente os versos de 81 a 104 do Salmo 119 novamente. Revisite agora algumas das palavras e expressões que mais lhe chamaram a atenção. Veja como reforçam nossa confiança na pessoa e obra de Cristo, a Palavra Encarnada, em nosso favor? Como este Salmo 119:81 a 104 denuncia algumas tendências carnais da sua natureza pecaminosa, para que você seja transformado por Deus? Que meios de graça e disciplinas espirituais o Salmo 119:81 a 104 incentiva a que você passe a fazer para seu crescimento espiritual?

5º Passo: Vamos orar este Salmo 119:81 a 104? Coloque-se como a própria pessoa deste Salmo 119:81 a 104 e quem sabe, reescreva mais ou menos como segue:
“Tua Palavra, Senhor, é alento para a minha alma,
Assim como tuas Promessas consolam meu coração aflito.
Diante de soberbos e seus questionamentos que me perguntam onde estás,
Afirmo, ó Deus Onipresente, que estás no Trono, de onde soberanamente reinas, e também em meu coração, o templo onde te adoro na intimidade do meus ser e da minha devoção.
Se por toda eternidade, assim como és Eterno, tua palavra jamais cairá por terra,
Vejo no passado, presente e futuro da minha breve existência que permaneces fiel à Aliança e aos teus testemunhos.
É esta Lei que me direciona a vida e adoça a minha boca por ver o teu cuidado em me livrar do mal que o pecado que habita em mim certamente direciona meus descaminhos para longe de ti.
Mas, teus preceitos me fazem cada dia mais teu adorador e amante da tua Lei.
Ela é meu alimento todo o dia, e por isso, recebo de ti força, graça e sabedoria para viver.
Sejam meus dias poucos ou muitos, acompanhem-me a pouca experiência da vida ou que ela me empurre pelos muitos dias que já me deste, sei que meditar nos teus testemunhos ajuda-me a ver a vida com teus olhos.
Por isso, me cinjo da prudência ao observar a tua Palavra e jamais deixo que ela me guie, porque são ouro refinado que me enriquece e prazer ao meu paladar.
Ah, Senhor, que tesouro insondável e inestimável é a tua Palavra”.

Deus o abençoe e até amanhã com a continuidade do Salmo 119:105 a 128.

Postar um comentário