Nenhum comentário

Orando as Escrituras – Salmo 148 (ARA – Almeida Revista e Atualizada)

Aleluia!
Louvai ao SENHOR do alto dos céus, louvai-o nas alturas.
Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todas as suas legiões celestes.
Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes.
Louvai-o, céus dos céus e as águas que estão acima do firmamento.
Louvem o nome do SENHOR, pois mandou ele, e foram criados.
E os estabeleceu para todo o sempre; fixou-lhes uma ordem que não passará.
Louvai ao SENHOR da terra, monstros marinhos e abismos todos;
fogo e saraiva, neve e vapor e ventos procelosos que lhe executam a palavra;
montes e todos os outeiros, árvores frutíferas e todos os cedros;
feras e gados, répteis e voláteis;
reis da terra e todos os povos, príncipes e todos os juízes da terra;
rapazes e donzelas, velhos e crianças.
Louvem o nome do SENHOR, porque só o seu nome é excelso;
a sua majestade é acima da terra e do céu.
Ele exalta o poder do seu povo, o louvor de todos os seus santos, dos filhos de Israel, povo que lhe é chegado. Aleluia!

1o Passo: Vamos orar? Hoje é um novo dia, que o Senhor fez para nós e por isso, nos regozijamos nele. E maravilha maior ainda: hoje também é tempo de Conhecer mais de Deus pelas Escrituras, Confiar mais firmemente em Deus e Conviver mais profundamente com Deus. Aleluia! Vamos agradecer a Deus por ser este Deus maravilhoso e também por suas maravilhas para conosco? Suplique também pela iluminação do Espírito Santo sobre a leitura do Salmo 148.

2o Passo: Leia pausadamente todo o Salmo 148. Este é o Salmo que celebra o louvor ao Criador de todo o universo. Há um louvor de Deus nos céus. Há um louvor de Deus na terra. Há um louvor de Deus pelo povo com que Ele fez aliança. Assim como um dia toda a criação será restaurada (Romanos 8:18-21) e o louvor e a adoração a Deus serão plenos, o Salmista antecipa uma convocação a que céus e terra, e especialmente o Povo da Aliança enalteça o nome do Senhor, o Rei do Universo.

3o Passo: Vamos orar novamente? Ao mesmo tempo que você relembra o que o Salmo 148 diz, deleite-se nos pensamentos e palavras que o Espírito Santo deseja destilar como louvor de coração e lábios a este Deus maravilhoso. Lembre que nesta conversa com Deus o mais importante é deslumbrar-se com a sua presença e com o encontro com Ele. Fale com Ele sobre o que você leu no Salmo 148 e deixe o Espírito Santo conduzir esta conversa em oração.

4o Passo: Leia pausadamente todo o Salmo 148 novamente. Há algo que se destaque? Palavras e expressões que encheram os seus olhos e coração. Pare um pouco sobre elas. Elas são condutores para a verdade central deste Salmo 148. Como você resumiria esta mensagem em uma frase? Como a descrição deste Deus também descrevem o seu Filho, Jesus Cristo, e o louvor que Ele merece recebe de toda a criação e especialmente do seu povo? Você consegue lembrar de outras partes da Bíblia onde Jesus é exaltado em sua maravilha, glória e poder, assim como o Pai? Sendo assim quem Ele é, como as verdades deste Salmo 148 reforçam a nossa confiança na consumação final da obra de Cristo em seu favor em particular?

5o Passo: Vamos orar este Salmo 148? Coloque-se como a própria pessoa deste Salmo 48 e quem sabe, reescreva mais ou menos como segue: “Nos Céus e terra, por anjos e homens, em todo o universo ouve-se um louvor ao teu santo e excelso nome, ó Senhor Altíssimo!
A honra, a glória e a adoração te pertencem, ó Deus Eterno, porque não há outro que tenha achegado a si um povo para com ele fazer aliança por todo o sempre.
Este teu povo reunido exalta o teu poder, graça e bondade e reconhece a tua provisão, proteção e direção como expressões da Aliança que jamais terá fim. Aleluia!”

Deus o abençoe e até terça-feira com o Salmo 149.

Postar um comentário